Aproveite o inverno para estar em forma no verão!

Levantamento realizado pelo programa online de emagrecimento Dieta e Saúde mostra que é possível emagrecer comendo arroz e feijão, principalmente no inverno

dieta, saúde

Uma análise do comportamento de usuários do Dieta e Saúde que emagreceram, no mínimo 5kg no último inverno (junho/14 a agosto/14) e verão (dezembro/14 a fevereiro/15) identificou as mudanças no padrão alimentar das estações e ajudou a criar um ranking com os 100 alimentos mais consumidos pelos usuários. A análise mostrou que entre os principais alimentos da lista estão os típicos da alimentação brasileira (arroz, feijão e pão francês), e esses são consumidos em uma maior quantidade no inverno. Segundo a nutricionista Ana Carolina Icó durante a estação fria as pessoas sentem mais fome e isso acontece por conta da aceleração do metabolismo que trabalha mais para deixar o nosso corpo aquecido, fazendo com que o organismo aumente o gasto calórico e favoreça o emagrecimento. Para quem quer perder alguns quilinhos, essa época pode ser a ideal para dar início a uma nova fase na vida.

Por mais que as tentações como fondue, queijos amarelos e chocolate quente, sejam grandes, é possível emagrecer no inverno sem cortar todos os alimentos que já fazem parte da rotina, inclusive os queridinhos. “A adaptação à reeducação alimentar acontece, primeiro, começando pela quantidade dos alimentos consumidos e, depois, pela qualidade deles. Por essa razão, alimentos como arroz branco e pão francês podem continuar sendo ingeridos, e aos poucos, podem dar lugar à alimentos mais saudáveis, mas essa não é uma mudança que precisa acontecer da noite para o dia”, afirma.

Um dos segredos do emagrecimento definitivo que a reeducação alimentar proporciona é não restringir totalmente os alimentos que já fazem parte da rotina. “Muitas pessoas que fazem dietas da moda e cortam o alimento preferido e engordam quando param de seguir a dieta e voltam a ter acesso a comida restrita”, disse a nutricionistaPor isso, é muito importante haver um equilíbrio e um acompanhamento profissional para que aquela dieta deixe ser algo que limite muito para ser uma reeducação alimentar, que traga benefícios para a saúde a longo prazo.

A nutricionista ainda preparou um cardápio elaborado com os alimentos do ranking, que totaliza 1200kcal, a quantidade padrão da alimentação diária do brasileiro e que equivale a menor pontuação possível do programa de emagrecimento Dieta e Saúde (30 pontos). Vale conferir abaixo!

Café da Manhã

1 unidade de Pão francês sem miolo

1 colher (sopa) de Creme vegetal

½ xícara (chá) de Leite desnatado

½ xícara (chá) de Café sem açúcar

1 colher (chá) de Açúcar refinado

1 fatia de Mamão formosa

 

Lanche da Manhã

1 unidade de Banana nanica picada

1 colher (sopa) de Farelo de aveia

 

Almoço

4 colheres (sopa) de Arroz branco cozido

1 concha de Feijão carioca cozido

1 filé médio de Peito de frango sem pele grelhado

3 rodelas de Tomate

3 colheres (sopa) de Brócolis cozido

3 colheres (sopa) de Beterraba cozida

 

Lanche da Tarde

1 copo de Suco de laranja natural sem açúcar

2 fatias de Queijo minas frescal light

2 unidades de Torrada integral

1 unidade de Ameixa preta fresca

 

Jantar

2 pegadores de Macarrão ao sugo

1 fatia de Alcatra bovina sem gordura assada

3 folhas de Alface

2 colheres (sopa) de Cenoura crua ralada

5 fatias de Pepino

Sobre tricoatres (571 Artigos)
<p>Três mulheres tricotando sobre o universo feminino. Uma mãe, uma indecisa na vida e o último elo dessa tríade venusiana: uma jovem baladeira!</p>