Como identificar problemas de audição em crianças

Saúde, filhos, audição Reprodução

A audição infantil precisa ser testada e exercitada desde cedo. Isso é fundamental, já que as crianças aprendem a falar naturalmente na medida em que ouvem os pais e pessoas da família, nos primeiros anos de vida. Crianças que demoram mais para falar ou são muito dispersas e distraídas podem estar com problemas auditivos. É importante identificar problemas de audição em crianças o mais cedo possível pois isso afeta diretamente o estilo de vida das crianças. 

Mesmo depois do teste da orelhinha, que agora é feito logo após o nascimento, os pais devem ficar atentos porque as dificuldades para ouvir podem ocorrer mais tarde devido a diversos fatores, como otites e o uso de medicamentos. Daí a importância de os pais levarem seus filhos a um médico otorrinolaringologista assim que suspeitarem de algum problema.

Quanto mais cedo melhor. As crianças, mesmo com perda auditiva leve ou moderada, que não começam logo o tratamento, podem ter mais dificuldade para aprender a falar dificultando a comunicação e posteriormente prejudicar a aprendizagem na escola. A troca de fonemas e o baixo rendimento nas aulas e provas também podem ser alguns indícios de déficit auditivo em crianças com idade escolar. E uma das indicações de tratamento para suprir este déficit é o uso de aparelhos auditivos desenvolvidos especialmente para a população infantil.

“A audição tem papel vital no desenvolvimento da linguagem e da fala, importantes na comunicação e na interação social da criança. A perda auditiva, se não for tratada, pode acarretar uma série de limitações: timidez, retraimento, problemas de aprendizado e relacionamento. Por esse motivo, na Telex os bebês, as crianças e os adolescentes têm uma atenção especial para que possam alcançar seu pleno potencial”, afirma a fonoaudióloga Marcella Vidal, Gerente de Produtos Pediátrico da Telex Soluções Auditivas.

Testando a audição. Como as crianças devem reagir aos sons, em cada fase:

Até 3 meses
Acorda ao ouvir um barulho forte

Dos 3 aos 6 meses
Movimenta os olhos e se vira na direção de vozes

Entre 6 meses e 1 ano
Balbucia sílabas simples, como “papá”, “mamã”, tentando reproduzir o que escuta

De 1 a 2 anos
Fala palavras do cotidiano, interagindo com os adultos

Sintomas de perda auditiva nas crianças:
* não reagem quando são chamadas pelo nome
* aumentam frequentemente o volume do rádio e da TV
* têm dificuldades para entender o que as pessoas falam
* não conseguem se comunicar direito ao telefone
* preferem brincar sozinhas
* fazem trocas de fonemas ou cometem muitos erros ao escrever
* demoram a compreender as coisas que são ditas
* são hiperativas e/ou distraídas
* têm dificuldades em manter a atenção
Dicas para desenvolver o potencial auditivo das crianças

* Escute e fale com a criança desde cedo, não importa se ela não responde. Quando você fala com ela, está mostrando como usar os lábios e a língua.
* Não deixe de cantar para o bebê quando ele estiver acordado. Cante com voz suave, em tom amoroso.
* Leia para o bebê. Nada estimula mais a criança do que escutar você falar. Os livros ilustrados com figuras e desenhos complementam esse estímulo e são ótimos para desenvolver as habilidades infantis.

Sobre tricoatres (571 Artigos)
<p>Três mulheres tricotando sobre o universo feminino. Uma mãe, uma indecisa na vida e o último elo dessa tríade venusiana: uma jovem baladeira!</p>