Como preparar preparar lancheira saudável para as crianças na escola


As aulas já estão de volta! Lista de materiais, uniformes e mochila viram os temas mais comentados. Com a correria, a lancheira é a última coisa que é lembrada. Para ajudar os pais a proporcionar uma alimentação balanceada a seus filhos, a nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Cintya Bassi, ensina a preparar uma lancheira saudável.

Cintya lembra que o lanche dos pequenos deve ser planejado com antecedência. “De última hora, fica mais difícil fazer escolhas saudáveis e aí a mãe acaba optando pelo que é mais rápido e pronto, mas que nem sempre é nutritivo, como biscoito recheado, salgadinho, refrigerante”. Segundo a profissional, o lanche deve ser composto com alimentos de três categorias diferentes, os construtores que ajudam na construção da massa muscular e auxiliam o sangue e os órgãos; os reguladores que fornecem as vitaminas, minerais e fibras; e os energéticos que dão energia necessária para o bom funcionamento do corpo. “Como opções de alimentos energéticos, destacam-se os pães integrais, a tapioca, o pão de queijo e bolos caseiros simples. Para os reguladores, podemos incluir na lancheira frutas, verduras e legumes, que devem ser diversificados e, em alguns casos, já enviados picadinho para a criança, não se esquecendo de opções como as frutas secas e oleaginosas, como castanhas e nozes, além de vegetais como tomate cereja, cenoura baby e milho. Os alimentos construtores podem ser oferecidos como queijos magros, iogurtes, leite fermentado e até mesmo como patês de frango ou atum”, comenta Cintya.

 

Uma lancheira saborosa pode, sim, ser saudável. “Devemos evitar oferecer na hora do lanche frituras, alimentos industrializados, processados, que são ricos em corantes, conservantes e sal, como: frios, salsicha, salgadinho de pacote, refrigerantes, entre outros”, diz a nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão.

 

Se resistir a um doce é difícil até para gente grande, imagina então para as crianças. No entanto, Cintya diz que não devemos privá-los destes alimentos. “É importante oferecer sempre em porções pequenas para que não atrapalhe o apetite e, quando possível, devemos optar pelos doces mais saudáveis, como compotas a base de frutas e alfarroba”.  Outro cuidado necessário ao fazer o lanche é com os sucos, dando sempre preferência ao natural feito em casa e, caso não seja possível, recomenda ficar atento ao rótulo dos produtos. “Os sucos industrializados possuem quantidade considerável de açúcar e de outros aditivos químicos, como corantes, aromatizantes e conservantes, por isso devem ser evitados”, ressalta.

 

Outra dica da nutricionista é sempre variar na escolha dos alimentos. “Além de sucos, podemos enviar chás gelados que possuem substâncias boas, como os antioxidantes. Porém, também são ricos em açúcar e cafeína, por isso não devem ser consumidos habitualmente. Uma boa opção é preparar o próprio chá e dosar a quantidade de açúcar”. Ela também indica oferecer frutas. “Devemos apenas tomar os cuidados específicos com cada uma. Se a fruta é daquelas que oxidam mais rápido, passe limão antes de embalar. Frutas mais delicadas como pêssego e pera também devem ser embaladas de maneira que não amassem”, ressalta Cintya. “Os hábitos saudáveis devem ser uma extensão do que ocorre em casa, porque a criança não vai querer comer fruta na escola se em casa isso não é rotina” finaliza.

 

Cintya elaborou uma receita especialmente para a lancheira das crianças. Confira abaixo:

 

Bolo de aveia com Laranja

 

2 xícaras (chá) de aveia em flocos finos

1 xícara (chá) de açúcar

½ xícara de (chá) de farinha de trigo

1 colher (sopa) de fermento em pó

1 laranja madura, grande com casca e sem sementes

4 ovos

 

Preparo:

 

Corte a laranja em pedaços e coloque no liquidificador com os ovos e o açúcar. Misture numa tigela a aveia, a farinha e o fermento e após misture ao creme pronto. Coloque a massa em uma forma untada. Leve ao forno pré-aquecido, por aproximadamente 35 minutos em temperatura média.

Sobre tricoatres (560 Artigos)
Três mulheres tricotando sobre o universo feminino. Uma mãe, uma indecisa na vida e o último elo dessa tríade venusiana: uma jovem baladeira!