Mau humor feminino nem sempre é sinal da TPM

Mulheres mal-humoradas e com estresse podem muitas vezes estar com o intestino fora do ritmo

saúde, tpm, Crédito: Reprodução

Quando a mulher está de mau humor, é comum o comentário de que ela está no seu período de TPM (tensão pré-menstrual). Esse pode até ser um dos motivos, mas nem sempre é a causa real da falta de paciência. O intestino fora do ritmo também pode ser o grande causador das caras feias e respostas ríspidas para perguntas simples do dia a dia.

De acordo com a psicóloga Pamela Magalhães, as mulheres mal-humoradas e estressadas podem estar convivendo com o mau funcionamento do trânsito intestinal, reforçando os dados do SIM Brasil (Saúde Intestinal da Mulher), um estudo que aponta que 8 em cada 10 mulheres com intestino fora do ritmo sofrem alteração no humor. A pesquisa foi conduzida pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), em 2012, entre um público de mais de três mil mulheres.

“Quando a mulher está com o intestino fora do ritmo, ela mostra-se mal-humorada, porque existe uma relação muito grande entre ir ao banheiro e o alívio. Atualmente com o culto ao físico, há ainda a questão de se sentir gorda, não se sentir bem e não se sentir aceita. E a forma como ela se enxerga pode refletir em tudo, inclusive no seu humor”, explica Pamela.

O estresse também é um ponto levantado pela psicóloga como causador do intestino fora do ritmo e do consequente mau humor feminino. Um estudo feito por pesquisadores da Ohio State University, nos Estados Unidos, constatou que o estresse altera a composição da microbiota do intestino, modificando o número e o tipo de bactérias presentes no órgão.

Nos dados do estudo SIM Brasil, 61% das entrevistadas apontaram o estresse como causas para alterações no trânsito intestinal. Por ser o segundo maior “sistema nervoso” do corpo, o intestino também é fortemente influenciado por alterações emocionais, modificando o funcionamento do órgão.

Pamela ainda afirma que a irritação aumenta quando o desconforto aparece, mas não é tratado adequadamente. “Uma vez que a mulher se acostuma com essa condição, tornando-a parte do seu cotidiano, ela se torna mais estressada e mal-humorada porque o intestino passa a ser um limitador para as atividades que garantem prazer, como não poder fazer uma viagem muito longa por ficar com acúmulo de gases”, exemplifica.

A relação com a TPM, entretanto, não é totalmente errada. “Muitas vezes, as mulheres deixam de realizar algumas tarefas do dia a dia por causa da TPM, assim como deixam de fazer atividades levando em conta o intestino fora do ritmo, como não sair porque se sentem inchadas ou deixam de usar uma roupa que gostem, e tornam-se escravas do próprio corpo”, complementa.

Sobre tricoatres (577 Artigos)
Três mulheres tricotando sobre o universo feminino. Uma mãe, uma indecisa na vida e o último elo dessa tríade venusiana: uma jovem baladeira!